Os atributos essenciais para tornar sua empresa em uma Organização Exponencial

Os atributos essenciais para tornar sua empresa em uma Organização Exponencial

Um estudo realizado pela Babson’s Olin Graduate School of Business previu que até 2021, 40% das empresas listadas na Fortune 500 deixarão de existir. O pesquisador da Universidade de Yale, Richard Foster, identificou que a vida média de uma companhia listada na S&P 500 caiu de 67 anos nos anos 20 para 15 anos na última década e ele afirma que essa expectativa de vida cairá ainda mais no decorrer do tempo.

E por que isso vem acontecendo? O motivo se deve a uma completa mudança no mundo dos negócios, a qual está sendo impulsionada pela utilização massiva da tecnologia como ferramenta que gera diferenciação e competitividade nas empresas modernas. 

Então, a questão que fica é a seguinte: como as organizações tradicionais podem usufruir desse processo de mudança e gerar resultados concretos?

A resposta é: conhecer e incorporar atributos das Organizações Exponenciais. Conceitualmente, Organizações Exponenciais são empresas que possuem um crescimento muito superior à média de mercado, em um curto espaço de tempo, acumulando ganhos de forma crescente e acelerada, utilizando a tecnologia como um dos gatilhos para alcançar esses resultados.

É preciso deixar claro que nem todas as organizações possuem todos os atributos necessários para se enquadrar nesse modelo, no entanto, a partir do momento em que elas possuem quatro dos dez atributos, podemos enquadrá-las em um modelo exponencial e escalável. 

Diante disso, vamos aprender como podemos incorporar esses atributos em uma empresa tradicional:

  • Staff on Demand: analise as estruturas da organização que podem ser preenchidas por freelancers e temporários. Esse é um atributo que garante velocidade, funcionalidade e flexibilidade, além de permitir a aprendizagem organizacional por meio de novas perspectivas;
  • Comunidade e Multidão: desenvolva comunidades alinhadas com o seu propósito e vá além, ouça e dê algo de valor em troca por essa relação. Aproveite a abrangência da multidão e os converta para sua comunidade, isso pode ser feito por meio da criatividade e inovação, utilizando plataformas automatizadas de relacionamento e validação;
  • Algoritmos: utilize das vertentes de Machine Learning para mapear clientes, comunidades, fãs e desenvolva produtos/serviços direcionados. 
  • Ativos Alavancados: estude os ativos atuais que podem ser substituídos por ativos compartilhados. O armazenamento em nuvem foi o ponto de inflexão desse processo e hoje é possível diminuir o gerenciamento de ativos de máquinas caras e robustas, aumentando eficiência, agilidade e flexibilidade;
  • Engajamento: promova o envolvimento com suas comunidades, utilize a gamificação como ferramenta para treinamentos e mudanças na cultura organizacional. Elabore campanhas de incentivo para desenvolvimento de novas tecnologias, produtos e serviços;
  • Interfaces: desenvolva processos de filtragem e comparação das informações coletadas no mercado, no relacionamento com clientes e na utilização do seu produto/serviço;
  • Dashboards: crie painéis adaptáveis e em tempo real, com as métricas essenciais para a organização, acessíveis a todos na organização;
  • Experimentação: promova a interação do usuário com seu produto/serviço, colhendo feedbacks e adaptando de acordo com a expectativa e necessidade do seu nicho de mercado;
  • Autonomia: garanta que os seus colaboradores tenham liberdade para propor novas ideias e novas formas de gerar valor ao negócio;
  • Tecnologias Sociais: reduza o tempo entre a obtenção das informações (processamento) e a tomada de decisão por meio de ferramentas como as redes sociais corporativas.

Diante de um mundo de mudanças constantes, em que a tecnologia vem tomando cada vez mais espaço, é necessário que as empresas tradicionais analisem o seu modelo de negócio atual e incorporem os atributos mencionados, devido eles proporcionarem escalabilidade, diferenciação, produtos e serviços direcionados, experiências únicas ao usuário e gerenciamento flexível e adaptável.

Igor Peixoto – Consultor Associado
Gomes de Matos Consultores Associados